sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Um poema e uma dica.


PARÁBOLA


Poesia,

que coisa é essa?
Pode ser o simples
motivo da festa
(injeção na testa,
por que não?).
Pode ser que
não se contenha
das necessidades diárias
(É daí que surge o
poema,
calça-plástica mental
para as fezes mentais
do poeta).


Brincando, brincando... queria chegar mesmo é na divulgação desse site aqui, um tal Cronópios.

Descobri-o assim, sem querer e fiquei assustado. Primeiro por falar dessas coisas desinteressantes, como literatura, teatro, artes plásticas, dança... Depois, por ter um time de primeira qualidade escrevendo. E um time mesmo, muita gente bacana. Agora, o que me deixou estupefato é a quantidade de leitores/colaboradores do site. Bah, é o fim do mundo.

Dêem uma olhada. E o Escambau, hein, tá arrebentando! Viva!

Abraços!

3 comentários:

Ana Paula disse...

Oi Charles,

Adoro a Cronópios, minha única queixa é que, em algumas épocas do ano, demooooora pra atualizar!

Ana Paula disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ali Assumpção - Liquidificador disse...

maravilhoso, o cronópios!
até tem uma crítica sobre o trabalho da Sofia Borges, fotógrafa de SP premiada no elke hering do ano passado, aquela das máscaras e camisolas...

http://www.cronopios.com.br/site/critica.asp?id=3469