sexta-feira, 28 de agosto de 2009

folha


Fundação Cultural divulga aprovados do Fundo Municipal de Apoio à Cultura

A Fundação Cultural de Blumenau torna público para conhecimento dos interessados, nos termos do Edital nº 002/2009, que o Conselho Municipal de Cultura, em reunião ordinária realizada no último dia 19, aprovou 41 projetos culturais para receberem recursos do Fundo Municipal de Apoio à Cultura do Município. No total são R$ 300 mil divididos nas 11 áreas existentes. E esta é a quarta vez que é lançado um edital de incentivo à cultura no Município.



Projetos aprovados

Área de Música:

- Gravação de 4º cd do Grupo de Terno de Reis Sino de Belém”, autoria de Ismar Macaes, aprovado no valor de R$ 5.980,00;

- DVD Marzinho da Silva - Lar dos Sonhos, autoria de Gilmar da Silva, aprovado no valor de R$ 7.982,00;

- Reedição de Livro de Partituras históricas comemorativas dos 180 anos de imigração alemã em SC, autoria Comunhão Martim Lutero, no valor de R$ 6.000,00;

- Arrebatamento - cd Cezar Alexandre, autoria Cezar Alexandre Cordeiro, no valor de R$ 7.000,00;

- Projeto 180 anos de imigração alemã em Santa Catarina – Concertos comemorativos, autoria de Hanny Taeschner Hopfer, no valor de R$ 5.550,00;

- Projeto Lá Belle Excuse, autoria de Nicolle Campos, no valor de R$ 5.785,92;

- Projeto Pochyua e Cambaçu – Conhecendo a música popular, autoria de Nestor da Costa Junior, no valor de R$ 8.269,60.

Área de Artes Cênicas:

- Projeto Batimpaz, autoria de João Victor Velho da Silva Correa, no valor de R$ 6.797,44;

- Projeto Circulação: teatro de retalhos, autoria de O Grito – Cia de Theatro, no valor de R$ 9.000,00;

- Projeto Fãs de improvisação, autoria de Tharita Ariane Tiago, no valor de R$ 10.036,49;

- Projeto Montagem do espetáculo faca de dois (Le) gumes, autoria de Ana Carolina Peres Batista, no valor de R$ 8.000,00;

- Projeto Conequição Cultural: Blumenau e Espanha, autoria de Mariliz Regina Schrickte, no valor de R$ 5.246,00;

- Projeto Morangos Mofados, autoria de Daniela Farias, no valor de R$ 7.787,08.

Área de Cinema, Fotografia, Vídeo:

- Projeto DVD Novas Canções, autoria de Luiz Alberto Vincentini, no valor de R$ 6.950,00;

- Projeto Cidade Geometria - Blumenau em Linha e Ângulos, autoria de Mariana Furlan da Silva, no valor de R$ 3.000,00;

- Projeto Documentário Minas da prata - A Exploração de Minérios e Vidas, autoria de Danúbia de Souza, no valor de R$ 10.860,00.

Área de Literatura:

- Projeto Nino, O Menino do Morro, autoria de Ricardo Brandes, no valor de R$ 4.000,00;

- Projeto Casa dos Sentimentos, autoria de Adriana Toledo Siewert, no valor de R$ 6.900,47;

- Projeto Código Sete, autoria de Maria de Lourdes Scottini Heiden, no valor de R$ 5.880,00;

- Projeto Beijo de Luz, autoria de Jairo Pacheco Martins, no valor de R$ 4.000,00;

- Projeto Estação Catarina - O Trem Passou Por Aqui, autoria de Maria de Fátima Venutti, no valor de R$ 7.000.00;

- Projeto A motocicleta azul, autoria de Douglas Mauricio Zunino, no valor de R$ 4.000,00;

- Projeto Livro Infantil (Geórgia e o Elefante), autoria de Tânia Silvia Rodrigues, no valor de R$ 5.000,00;

- Projeto Redenção, autoria de Litssu de Melo, no valor de R$ 6.318,00;

- Projeto Cais, Prosa e Verso, autoria de Maria de Fátima Martins Baumgartner, no valor de R$ 4.000,00.

Área de Artes Plásticas:

- Projeto Mimetismo Urbano, autoria de Daiana Schvartz, no valor de R$ 8.834,00;

- Projeto Catalisa – Jornada de Arte Contemporânea de Blumenau, autoria de Charles Steuck, no valor de R$ 9.617,00;

- Projeto Aquas, autoria de Juliana de Souza Teodoro, no valor de R$ 8.821,00.

Área de Folclore, Cultura Popular e Artesanato:

- Projeto 8° Encontro de Terno de Reis, autoria de José de Oliveira Dias, no valor de R$ 9.000,00;

- Projeto IV Festival da Cultura Afro-Brasileira de Blumenau, autoria de Carlos José Silva, no valor de R$ 9.000,00;

- Projeto 2º Oratório de Natal de Blumenau, autoria de Maria dos Passos, no valor de R$ 10.000.00.

Área de Patrimônio Cultural:

- Projeto Patrimônio em Movimento: História, memória e Cidade, autoria de Ricardo Machado, no valor de R$ 10.263,00;

- Projeto Qual o futuro dos clubes de caça e tiro de Blumenau? Uma reflexão após 150 anos de criação, autoria de Associação dos Clubes de Caça e Tiro de Blumenau, no valor de R$ 6.000,00.

Área de Arquivo, Pesquisa e Documentação:

- Projeto Cônica da Itoupava Seca Altona (1850-1918), autoria de Meri Frotscher, no valor de R$ 15.400,00;

- Projeto Ruídos de uma tragédia, autoria de Alessandro Assis Mafra, no valor de R$ 11.000,00;

- Projeto Documentário História do Rock em Blumenau, autoria de Philipe Ricardo Chiodini Muller, no valor de R$ 10.000,00;

- Projeto Clio no Cio: O corpo incerto, autoria de João Paulo Taumaturgo da Silva, no valor de R$ 4.680,00;

- Projeto O processo de Favelização em Blumenau, autoria de Magali Moser, no valor de R$ 4.500,00.

Área de Dança:

- Projeto Arte não tem idade, autoria de Rita de Cássia de Pinho Pereira de Albuquerque, no valor de R$ 8.988,00;

- Projeto VI Festival de Hip Hop Black Cat, autoria de Bruna Caroline Oecksler, no valor de R$ 6.554,00;

- Projeto Os cabras de Lampião de Blumenau, autoria de Maurício Muniz Pessoa Filho, no valor de R$ 6.000,00.

Fonte: Dagmar Marla Zimmermann (Advogada FCB) 3326 6846 e 9928 9659.

Jornalista: Marilí Martendal – MTb/SC 00694 JP. 3326 8124 e 9943 0235.

Divertimentos

Você sabia que Blumenau possui 25 conselhos municipais e destes, apenas 06 não são deliberativos?

São órgãos colegiados ou consultivos os conselhos municipais de ensino da língua alemã; de trânsito e transportes; de combate a pirataria; de entorpecentes; de juventude e, por fim, o DA CULTURA.

Você sabia, também, que somente o prefeito pode encaminhar a mudança de status de um conselho?

O máximo que o vereador pode fazer é redigir um requerimento e, depois, votar.

Você acha que o prefeito Kleinubing deseja transformar o Conselho Municipal de Cultura em órgão deliberativo da política municipal pro segmento?

Vamos aguardar sentados, com o apoio das Casas Bahia?

E AGUARDE...

Vem aí mais uma Audiência Pública de fachada. Em alguns dias, os artistas, produtores e público de cultura vão prestigiar o desfile de números e justificações.

Atenção: leve pipoca.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Inscrições abertas para o Salão Elke Hering de Arte Contemporânea


A Fundação Cultural de Blumenau está com inscrições abertas para o 9º Salão
Elke Hering - Mostra Contemporânea de Artes Visuais e Plásticas de Blumenau. O
Salão acontecerá de 19 de novembro de 2009 a 28 de fevereiro de 2010, propiciando a
valorização e o desenvolvimento cultural, fomentando a produção artística em Blumenau e em todo o país.
As inscrições vão até 28 de setembro e o regulamento pode ser retirado no site http://www.fcblu.com.br/

Fonte: Carlyle Aguiar, gerente Galeria Municipal de Arte (3326 6596 e 9968 9860)
Jornalista: Marilí Martendal – MTb/SC 00694 JP. 3326 8124 e 9943 0235.


Sexta tem chorinho no Barracão Bar


Nesta sexta, 28 de agosto, a partir das 20hs, o grupo Alegria do Choro apresentará seu repertório imperdível de chorinho no Barracão Bar, no bairro da Velha.

Desde 2006, o Alegria do Choro se dedica a pesquisar e difundir o chorinho, e já fez diversas apresentações em Blumenau e região, contribuindo para a formação de público para a música instrumental brasileira.

Atualmente é formado pelos violonistas Antônio Holanda e Márcio Kuhn, pelo percussionista Juninho San, por Luís Cúnico no clarinete, sax e flauta, e por João Carlos Cúnico, no trompete e percussão.


Serviço:
Alegria do Choro no Barracão Bar
Sexta, 28 de agosto, a partir das 20hs.

Rua dos Caçadores, próx. à Associação de Moradores
Valor individual: R$ 3,00 (couvert)
Crianças até 8 anos não pagam.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Piquenique no Jardim e Encontro de Danças Circulares Sagradas


PROJETO DIVINA RODA
Encontro Danças Circulares Sagradas

"Na dança circular resgatamos nossa essência divina"

"Danças Circulares são basicamente danças de roda, recolhidas de diferentes partes do mundo em diferentes períodos.
Podem ser danças para celebração ou saudação."


Nela temos o contato com nossa essência através do instrumento divino que é nosso corpo. Alegraremos nosso espírito nos religando com o universo através da música e do movimento.
Vamos dar as mãos e resgatar o ritual e a magia da roda? É só deixar se levar!
Girando ao som de músicas de vários povos e tradições descobriremos o sagrado e o divino que existe dentro de nós!
Entre nesta roda e dance com a vida!


Convido todos a dançar.

no Jardim do Yoga,

dia 29/agosto (sábado) das 10:30 às 12h.
Valor R$ 25,00.
inscrições até dia 26/08 pelo fone: 3322-6447 ou pelo email: contato@jardimdoyoga.com.br
Rua Buenos Aires, 95, Ponta Aguda. Pertinho da Unimed e FM 90

Focalizadora: Nana Toledo- Blumenau-SC
Formação: GIRAFLOR Danças Circulares - Curitiba-PR
Confiram abaixo toda a programação deste dia e participe!

Hoje, Bruno Bachmann, no Butiquin!



Até as 22h - livre/ Após as 22h -R$ 10 couvert

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

MOSTRA JODOROWSKY



O SESC, dentro da programação do Cine SESC traz a Mostra Jodorowsky do cineasta e dramaturgo chileno Alejandro Jodorowsky (nascido em 1929), conhecido por seu cinema de transgressão e por mesclar símbolos místicos com imagens surreais, ele faz parte de uma leva de artistas pouco preocupados em agradar o público e fazer concessões.
Suas obras não poupam banhos de sangue, estão carregadas de personagens mutilados e provocações profanas. Ele se autodefine como “ateu místico”. Um poeta visual de sensibilidade esotérica, capaz de enfiar no mesmo caldeirão cartas de tarô, ensinamentos budistas e influências católicas. E que faz da mistura seu caminho próprio para alcançar o nirvana.
Com esta Mostra, o SESC evidencia a preocupação em propiciar aos espectadores uma diversidade na educação dos sentidos. Os filmes estão percorrendo todo o país buscando sensibilizar o público para uma “nova e instigante leitura do mundo”.

No repertório, La Cravate (A Gravata, França, 1957, 21 min.) de Alejandro Jodorowsky, com roteiro de Alejandro Jodorowsky e Jean Couteau e produção de Dense Brosseau e Saul Gilbert. Em 1957, Jodorowsky fez suas primeiras experiências no mundo das imagens em movimento, filmando em Paris uma versão muda de um conto de Thomas Mann, sobre uma garota que vende cabeças. Considerado perdido, o filme foi recentemente encontrado na Alemanha. “Não tinha experiência nenhuma quando filmei La Cravate , mas nela se pode apreciar que eu já era diretor. Um artista precisa ser como Jean Couteau... esquizofrênico. Necessita ser muitas pessoas ao mesmo tempo, não apenas uma”, disse Jodorowsky.



Fando y Lis (Fando e Lis, México, Drama/Fantasia, 1968, 93 min.) também irá invadir a telona. Com direção de Alejandro Jodorowsky e roteiro em conjunto com Fernando Arrabal, produção de Juan López Moctezuma e Roberto Viskin, o filme fala sobre Fando e sua parcialmente paralisada namorada Lis. Os dois jovens que procuram uma misteriosa cidade chamada Tar. O filme é uma obra praticamente desconhecida no Brasil. Baseado em suas memórias a partir da peça surrealista do escritor Fernando Arrabal.



O CineSESC também exibirá El Topo (O Topo, México, Faroeste, 1970, 124 min.) com direção e roteiro de Alejandro Jodorowsky. A produção ficou por conta do trio Juan López Moctezuma, Moshe Rosemberg e Roberto Viskin. Envolto numa roupagem alegórica e repleto de simbolismos cifrados, o filme narra as mudanças de um pistoleiro místico (El Topo), interpretado pelo próprio Alejandro Jodorowsky, através do deserto do distante Oeste, numa epopéia surrealista na qual se superará em duelos para conseguir atribuir-se o êxito de ser a pistola mais rápida do Oeste. Um encontro cósmico profundamente influenciado pelas “obras pânicas”, este filme marcou a sua saída do circuito alternativo das Sessões Malditas.




The Holy Mountain (A Montanha Sagrada, México, Aventura, 1973, 113 min.) com direção e roteiro de Alejandro Jodorowsky, encerra a mostra do CineSESC. O diretor também fez parte da equipe de produção, composta por Allen Klein, Robert Taicher e Roberto Viskin. Além das várias funções que desempenha no filme, Jodorowsky ainda interpreta o papel de um “alquimista” que reúne um grupo de pessoas, cujo representam os planetas do Sistema Solar. Sua intenção é submeter o grupo a uma série de ritos de natureza mística para que se desprendam da bagagem “mundana” antes de embarcar numa viagem em direção à misteriosa Ilha de Loto. Uma vez na ínsula, iniciam a ascensão à Montanha Sagrada para substituir os Deuses imortais que em segredo dominam o mundo. Ninguém havia visto nada igual até a data de lançamento deste filme. O vídeo foi ovacionado no Festival de Cannes em 1973.

SERVIÇO:

Mostra Jodorowsky
Quando: 24 a 27 de setembro
Local: Auditório SESC Blumenau - Rua Dr Amadeu da Luz 165
Sessões: 19 horas
ENTRADA FRANCA


Jamil Antonio Dias Cultura - SESC 47 3322 5261 Ramal 207 mailto:jamildias@sesc-sc.com.brskipe:jamilandias http://www.sesc-sc.com.br/

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

60 novos Pontos de Cultura em SC

www.libidinagens.wordpress.com

Santa Catarina já tem selecionadas as 60 entidades que deverão assinar, no mês de setembro, convênios para estabelecimento a rede de Pontos de Cultura no Estado, resultante do convênio firmado com o Ministério da Cultura, por meio da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte. O repasse dos recursos às instituições que tiveram seus projetos selecionados será de R$ 60.000,00 (sessenta mil reais) por ano, durante três exercícios, o que totalizam R$ 180.000,00 (cento e oitenta mil reais).

REGIÃO/SDRMUNICÍPIOSPROPONENTEPROJETOS SELECIONADOS
AraranguáAraranguáInstituição Espírita Casa da FraternidadePonto de Cult. Juventude Luzes do Amanhã
AraranguáCentro Cult. de Jovens e Adolescentes da Região SulCultura em Ação
BlumenauBlumenauSoc. Dramático Musical Carlos GomesNossa Força, Nossa Música
BlumenauLira Circolo Italiano di BlumenauGrupo de Dança Belli Balli
BlumenauFoto Clube de Santa CatarinaFotografia para Todos
Braço do NorteBraço do NorteAssoc. Apoio à Criança e ao AdolescenteBraço da Cultura
BrusqueBotuveráAssoc. Idosos da Amizade de BotuveráOficina Artístico-cultural
CaçadorCaçadorInstituto Selvino CaramoriRetratos
CanoinhasCanoinhasAgência de Desenv. Reg. Integrado do Planalto Norte CatarinenseTecendo a Cultura Contestada
ChapecóCaxambu do SulAssociazone Veneta Di Caxambu do SulUma Cidade Tem que Ter Memória: Resgate, Preservação e Integr. Reg. da Cultura Italiana
Coronel FreitasAssociação Clube de Idosos Frei Elvico MayerDanças e Contradanças para o Resgate e a Inclusão Teatral de Idosos, Deficientes e Jovens em Situação de Vulnerabilidade
ChapecóKirka – O Som das ÁrvoresImagem e Ação Jovem
ConcórdiaConcórdiaOrquestra Sinfônica de ConcórdiaDESENVOLVER
CriciúmaIçaraAssociação de Radiodifusão Comunitária de IçaraRádio Comun. como instr. de inserção sócio-cultural de menores na construção da cidadania
CriciúmaMultiplicando TalentosMultiplicando Talentos em Criciúma
CriciúmaAssociação Beneficente ABADEUSEscolinha de Cinema
CuritibanosCuritibanosAssoc. Cult. Esportiva Ogue CarvalhoMúsica no Planalto
Dionísio CerqueiraDionísio CerqueiraCompanhia de Teatro e Dança Arco-ÍrisArte Sem Fronteiras
Gde FpolisFlorianópolisOng Crescendo com ArteCarijó Espaço de Arte
FlorianópolisSociedade Musical e Recreativa LapaEducação Musical Popular
FlorianópolisSociedade Amantes da LeituraBarca dos Livros – Porto de Leituras
FlorianópolisTeatro JabutiToca
FlorianópolisCasa da Criança do Morro PenitenciáriaCasa da Cultura
FlorianópolisAssociação Cultural Baiacu de AlguémPescadores de Cultura – proj. de mobilização sócio-cultural distrito Sto. Antônio de Lisboa
São JoséInstituto Laélia Purpurata“Laélia Pururata”
FlorianópolisInstituto Arco-ÍrisTravessa Cultural
São BonifácioGrupo Folclórico Infan. Juvenil KLEINE TÄNZER de São BonifácioResgate da Cultura Alemã através da Dança Folclórica
FlorianópolisCentro de Estudos e Promoção da Agricultura de GrupoPonto de Cultura – “Engenho de Farinha”
FlorianópolisAssociação das Entidades Usuárias do Canal Comun. de FlorianópolisUMA ILHA SE OLHA II
FlorianópolisAssociação Cultural Arréda Boi“Ponto de Cultura Arreda Boi: fortalecimento das cult. pop.na comunidade da Barra da Lagoa
FlorianópolisAssociação Cultural de Capoeira Angola QuilombolaCapoeirando com as Crianças
FlorianópolisInstituto 3 Vermelho – I3VPonto de Cultura “Baleeira”
ItajaíBombinhasInstituto Boimamão de Preservação e Fomento da CulturaEscola da Terra – Engenho do Sertão
ItajaíAssociação Cultural Esportiva UNIVALIINFORMARTE
ItajaíCia Etc. e Tal Artes Cênicas e Manipuladora de FormasNúcleo Experimental de Formas Animadas
Jaraguá do SulJaraguá do SulSociedade Cultura Artística – SCARVilla Coral
Jaraguá do SulMovimento de Consciência Negra do Vale do Itapocu- MACONEVIProjeto Mestre Manequinha – Fomentar e Preservar a Arte e Cult. Afro Vale do Itapocu
JoaçabaÁgua DoceClube de Mães Maria Rosa do Assentamento OlariaCultura e Cidadania nas Áreas da Reforma Agrária
JoinvilleAraquariAssociação Comunitária de AraquariSenhora do Rosário – Catumbi de Araquari
JoinvilleAssoc. Mor. e Amigos do Bairro ItingaItinga Pede Passagem
São Francisco do SulAssociação Casa Familiar do Mar e Centro Comunitário do PescadorMemorial da Pesca
JoinvilleSociedade Corpo de Bombeiros Voluntários de JoinvillePólo de Produção Musical
JoinvilleFederação das Associações Nikkeis de Santa CatarinaProjeto Cultural de Difusão dos Tambores Japoneses (taiko) em Santa Catarina
LagesLagesAssociação Amigos do Museu Histórico Thiago de CastroCult., Memória e Desenv.-Ações de Preserv. do Patr. Cult. do Museu Hist. Thiago de Castro
LagesObatalá – Movimento Negro de LagesCentro de Cultura Afro Brasileiro de Lages
LagesAssociação Cultural MatakiteraniCultura Popular no Rumo de João Maria
LagesGrupo Menestrel Faze-DôProjeto Teatro Circula-Dô
LagunaLagunaAssoc. Cultural de Hip Hop de LagunaImagem Através das Lentes
MafraCampo AlegreFundação Educacional de Campo AlegreFECAMPO: Semeando Cultura
MaravilhaMaravilhaAssoc. Cultural e Esportiva de MaravilhaMaravilhosas Artes
PalmitosPalmitosAssociação Coral de Palmitos – ACORPAPonto de Cultura: Dó, Ré, Mi… Cultura e Arte ao alcance de Todos
QuilomboFormosa do SulAssociação de Artesão ARTEFORPonto de Cultura “Tom sobre Tom”: Música, Expressão e Arte
Rio do SulBraço do TrombudoMAS – Associação de Moradores da Localidade do SerrilGuerreiros do Amanhã
São Lourenço do OesteCampo ErêAssociação Bom Samaritano de Campo ErêPonto de Cultura Para Todos: Arte, Cultura e Inclusão Social
SearaSearaAssociação Italiana de Seara -AssisItaliani Tra La Gente
TubarãoJaguarunaAssociação de Rádiodifusão Comunitária de JaguarunaGERMINAR – Núcleo Artístico e Cultural
JaguarunaGrupo Cultural Cru de Teatro e Boi de MamãoOficina das Artes Tecendo Cultura
VideiraFraiburgoCentro Cultural Egon FreyCultura Solidária
XanxerêPassos MaiaAssociação Reg. Cultural dos Assentamentos da Brigada Maria RosaArte, Comunicação e Cultura na Reforma Agrária
XanxerêAssociação Vêneta de XanxerêProjeto Catarina de Raízes Culturais

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

EXPOSIÇÃO NESTOR JR. EM FLORIANÓPOLIS


DE 10/SET A 07/OUT
GALERIA COR
Av. das rendeiras, 552 - Logoa da Conceição

Por que você não passa lá!

www.libidinagens.wordpress.com

Informações sobre a área de teatro, política e produção cultural, além de opiniões de Márcio Cubiak. Na pauta, o Re-Cultura, movimento nacional, e a criação do Fórum de Cultura de Floripa.

Abraços!

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Concurso fotografia do PROLIJ _ Joinville


REGULAMENTO
- As fotografias das crianças neste concurso cultural devem ser exclusivamente de crianças de 0 até 10 anos, lendo ou ouvindo histórias.

- Cada participante pode inscrever até 02(duas) fotos inéditas de dimensões iguais ou superiores 15cmX21cm. 

- A fotografia deverá ser entregue juntamente com o comprovante de depósito de R$ 5,00 referente a taxa de inscrição,em envelope fechado no PROLIJ-UNIVILLE e assinada apenas com o pseudônimo do autor.

-Efetuar depósito no Banco do Brasil Ag.:5214 Conta:121.3663-8

- Dentro do envelope, o candidato deverá anexar um cd, contendo o arquivo da (s) fotos e um envelope menor, também fechado e identificando, externamente, pelo pseudônimo, contendo os dados pessoais do participante (nome, RG, CPF, idade, profissão, endereço. CEP, cidade, estado, telefone e endereço eletrônico). Serão desclassificados os trabalhos que permitam qualquer identificação do autor. 

- Os direitos autorais da produção da foto e uso de imagem de pessoa (criança) cenas, objetos contido na foto são de responsabilidade do inscrito no concurso. Ao inscrever-se este autoriza automaticamente a exibição da foto conforme este regulamento.

Inscrições de 22 de junho a 30 de setembro de 2009
Julgamento e divulgação
A comissão julgadora será o público que visitar a exposição, entre os dias 05 a 16 de outubro de 2009, durante a semana da criança na Sala de exposições, em frente à livraria Midas, no campus Universitário UNIVILLE
Premiação
A fotografia será publicada no site da UNIVILLE e no blog do PROLIJ e o vencedor ganhará como prêmio uma câmera digital.
A divulgação do concurso será feita no ABRIL MUNDO 2010.
P.S: As fotos devem ser mandadas para o seguinte endereço:
PROLIJ - UNIVILLE
Universidade da Região de Joinville
Campus Universitário s/n - Bom Retiro
89223251 - Joinville, SC

porque matisse_pinacoteca do estado de sp

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Exposição fotográfica "Mulheres" de Ricardo Machado

(Foto de Ricardo Machado, exposição "Mulheres")
MULHERES
Viegas Fernandes da Costa
(Escritor e historiador)

Eis então a luz que grafa o que narra o olhar. Porque não se pretende o narrar cego, ainda que mudo de palavras. O verbo existe junto aos olhos que miram a objetiva e ordenam à ação o mecanismo que eterniza um momento, uma ideia, uma possibilidade. Ao falar das mulheres deste mundão por onde já vagaram os pés e as retinas de Ricardo Machado, destas mulheres na Índia, no Moçambique e na Suazilândia, fala-nos o historiador e o cronista das mulheres às margens do Ganges, em prece, às margens da estrada, em espera. A prece poderosa a ungir o corpo na fé e que une as mãos da tibetana a rezar a reza exilada em Dharamshala; a espera que mira os olhos no futuro incipiente e assustado em uma Xai-Xai perdida na savana africana, mas que é, também, a espera nossa de cada dia que, se atenta, também imobiliza. E se varrem as mãos em Varanasi, as mãos também clamam silêncio em Xipamanine, na mesma feira em que mãos selecionam os víveres do amanhã.
A perpassar toda a margem, há o colorido, das roupas, das frutas, de um sorriso e seu pulcro adorno, do tecido que envolve o filho às costas de uma mãe que segue tangida pela existência, donde não se é possível recuar. É a mulher telúrica, de pés descalços, esta que emerge da narrativa, das retinas de Ricardo Machado. A mulher mãe, a mulher trabalhadora, a mulher turba e, ainda, a mulher sombra em uma Goa que bem poderia ser qualquer outro lugar. Porque ser mulher é, ainda, ser um lugar; é, ainda, ser a margem, mas também a cor, a fé, o ventre e a palavra.
Principalmente a palavra, como esta que se quer parir nos lábios e na língua da feirante que posa para a máquina em um dia de sol em Orcha.

Luís Nachbin na FURB

Universidade e Cultura é tema de aula inaugural com Luís Nachbin

O professor universitário e videojornalista Luís Nachbin é o convidado da FURB para proferir a Aula Inaugural do segundo semestre letivo da instituição. Criador, produtor e apresentador do programa “Passagem para...”, exibido pelo Canal Futura do Rio de Janeiro, Nachibin vai conversar com os alunos sobre “Universidade e Cultura” nesta segunda-feira, 10 de agosto, às 18h 30, no Ginásio de Esportes do câmpus 1.
Luís Nachbin iniciou no Brasil uma nova linguagem para documentários, inaugurando uma técnica alternativa de se produzir telejornalismo – o videojornalismo – com qualidade de texto e de imagem e com uma narrativa revolucionária na primeira pessoa que derrubou os tabus e preconceitos existentes contra trabalhos feitos por um homem e uma câmera, a chamada “equipe de uma só pessoa”.
Nachbin iniciou como repórter do programa esportivo Globo Esporte. Sua produção jornalística começou em 1997, numa viagem à Índia, em que levou apenas uma pequena câmera e a ideia de produzir um material jornalístico sobre o país. A partir daí passou a produzir matérias sempre com o formato de um viajante com uma câmera. Também teve produções apresentadas no programa Globo Repórter e, em 2003, passou a apresentar o programa “Passagem Para...” no Canal Futura, tendo visitado mais de 50 países.
Nachbin também é professor de jornalismo na PUC do Rio de Janeiro, com mestrado em Televisão e Projetos Experimentais pela San Francisco State University.
TUB transmite ao vivo

A Televisão de Universitá de Blumenau, TUB transmite a palestra ao vivo pelos canais 42 da BTV e 15 NET na NET.

Quando: 10 de agosto (segunda-feira)
Horas: 18h 30,
Onde: Ginásio de Esportes do câmpus 1.

Pretexto Arte Contemporânea

Últimos dias para visitar a exposição, na Casa Sesc, em Blumenau. Confira abaixo algumas imagens. A curadoria da mostra é de Letícia Cardoso.


Aline Assumpção
Bruno Bachmann
Daniel Costadessouza
Elke Littig
Ivan Schulze

Dda Silveira
Fabrício Schmidt

Gláucia Maindra
Márcia

Sueli Freygang


Rosina Francheschi
Casa Sesc - Rua Getúlio Vargas, 207 - Blumenau
Visitação de segunda a sexta-feira, das 09h às 17h - até 15 de agosto

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Vote e ajude a escolher a imagem que revela a Itoupava


Acesse www.reveleaitoupava.com.br

e escolha a imagem que mais revela a itoupava.

Exerça seu direito de escolha e ajude a premiar os participantes!

Rodrigo Dal Molin 

Encontros das áreas para Conferência Municipal

Prezados;

Sou membro do Conselho Municipal de Cultura. Estamos organizando a lV Conferencia Municipal de Cultura de Blumenau. Nas edições anteriores, reuniamos os grupos por área (teatro, literatura, patrimônio...), porém nesta, seguiremos os eixos tematícos propostos pelo MINC, preparatórios para a ll Conferência Nacional de Cultura e dentre estes temas:
1.PRODUÇÃO SIMBÓLICA E DIVERSIDADE CULTURAL ( produção de arte,diálogos interculturais,formação,democratização da informação) 2.CULTURA , CIDADE E CIDADANIA ( cidades como espaço de produção, intervenção e trocas culturais , garantia de direitos e acesso a bens culturais ) 3. CULTURA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL ( importãncia estratégica da cultura no processo de desenvolvimento) 4. CULTURA E ECONOMIA CRIATIVA (economia como estratégia de desenvolvimento ) 5. GESTÃO E INSTITUCIONALIDADE DA CULTURA ( fortalecimento da ação do Estado e da participação social no campo da cultura )
Neste sentido convido a todos atores, produtores, cineastas, videomakers, musicos, artistas visuais, escritores, gestores de cultura a organizar sua pré-conferência por área para discutirem dentro dos eixos supracitados e se possivel já se dividirem para apronfundamento da questão na conferência.
A conferência municipal será nos dias 25 e 26 de setembro.
Participem!

Sobre violinos e invernos (2)

Sobre violinos e invernos (2)
Viegas Fernandes da Costa
Há muitas maneiras de se atribuir sucesso a um evento, e o Nosso Inverno, ocorrido no último final de semana, foi um evento bem sucedido, não tanto pelo público que congregou (e que lotou o Teatro Carlos Gomes, inclusive durante as atrações que vararam a madrugada), mas principalmente pelo seu caráter de protesto contra o descaso do poder público ante as manifestações artístico-culturais e pela ausência do Festival Internacional Universitário de Teatro.
Se por um lado houve pouca novidade artística no evento, considerando que a maior parte das apresentações já foi apresentada à comunidade em outras oportunidades, por outro, quem esteve presente ao evento percebeu que, definitivamente, não se ouviu violinos e, se há um Titanic na Fundação Cultural de Blumenau, a maior parte dos artistas de Blumenau (ao menos aqueles que honram sua arte e sua profissão) não deseja embarcar nele. Afinal, a arte é não só uma manifestação estética, mas fundamentalmente ética.
Se houve um certo desconforto dos organizadores em assumir este caráter de protesto do Nosso Inverno – expresso em matéria do Santa do dia 28 de julho –, a crítica ficou clara e escancarada durante o evento, e veio dos próprios artistas. Já na noite de sábado, os grupos de teatro de Blumenau, ineditamente reunidos em um mesmo espetáculo, invadiram o grande auditório do Carlos Gomes para apresentar uma peça-manifesto, contundente crítica e tocante apelo aos administradores públicos, empresários e sociedade em geral, denunciando o homicídio cultural perpetrado em nossa cidade.
Tom que pautou boa parte das apresentações culturais, fomentou a realização de um abaixo-assinado e que se consolidou na tarde de domingo, momento em que os grupos de teatro promoveram uma mesa-redonda para discutir políticas culturais e que contou com a ausência da presidente da Fundação Cultural, Marlene Schlindwein, e do prefeito João Paulo Kleinübing. Ausências que nos dão a dimensão do descaso para com os artistas e a arte produzida a partir de Blumenau.
Por outro lado, ainda permanece latente a necessidade de organização e diálogo dos artistas entre si para que este Nosso Inverno supere a condição de evento e se transforme, definitivamente, no movimento que pressione por uma política cultural municipal, que já tarda.
Publicado no Jornal de Santa Catarina, 05/08/09:

Navalha na Carne

O Grupo Vis Cera de Teatro apresenta de quarta (05/08) a domingo (09/08) o espetáculo Navalha na Carne, na Temporada Blumenauense de Teatro. A peça, com direção de Pépe Sedrez, é uma adaptação do texto de Plínio Marcos. A história de três personagens em um quarto de bordel, onde mostram suas vidas e expõem sua relação. A realidade do trio se entrelaça, deixando aparecer diversos e paradoxais aspectos da condição humana. As apresentações acontecem às 20 horas, na Fundação Cultural. Ingressos com o grupo ou no local (R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 meia).

















De quarta (05/08) a domingo (09/08) – 20h
Temporada Blumenauense de Teatro
NAVALHA NA CARNE
Grupo Vis Cera de Teatro
FCBlu – R. XV de Novembro, 161 - Centro
Informações: 3326-6873.

Ingressos: R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 meia.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Protesto "Nosso Inverno" repercute na mídia

Depois da entrevista que a senhora Marlene concedeu ao Santa nesta terça-feira, mais uma vez fica clara sua inoperância e incompetência para gerir a Fundação Cultural de Blumenau e seu enorme descaso para com a classe artística. Abaixo seguem alguns links que remetem à cobertura da imprensa ao Nosso Inverno.
É hora de nos manifestarmos. Devemos infestar as páginas dos jornais, da internet, os e-mails dos vereadores e as ruas da cidade com nossas manifestações. Só haverá políticas públicas e financiamento para as promoções culturais se houver pressão pública da nossa parte.

Matéria do Santa a respeito do Nosso Inverno com depoimentos de diversos artistas presentes ao evento: http://www.clicrbs.com.br/jsc/sc/impressa/4,1124,2604708,12851

Entrevista com a presidenta da Fundação Cultural de Blumenau na coluna de Cristiano dos Santos: http://www.clicrbs.com.br/jsc/sc/impressa/4,1124,2604753,12851

Entrevista com o Reitor da FURB no blog de Maicon Tenfen: http://www.clicrbs.com.br/blog/jsp/default.jsp?source=DYNAMIC,blog.BlogDataServer,getBlog&pg=1&template=3948.dwt&uf=2&local=18&blog=690&tipo=2&coldir=1&topo=4254.dwt&espname=jsc


Coluna de Maicon Tenfen (O protesto prevaleceu): http://www.clicrbs.com.br/jsc/sc/impressa/4,1124,2604717,12851

Coluna de Carlos Tonet, na Folha de Blumenau: http://www.folhadeblumenau.com.br/site/colunas.php?coluna=Carlos%20Tonet

NOSSO INVERNO: LEMBRETE, CHECK-LIST OU, O QUE FAZER DAQUI PRA FRENTE...

Dando uma de secretária, fiz aqui uma listinha de coisas das quais não podemos nos esquecer, um check list :
(quem quiser ajudar, lembrando outros tópicos, agradeço)

- Mobilização: Nosso Inverno foi ótimo! maravilha! mas a coisa não pode parar por aqui, passada a euforia e o momento de comemoração pelo sucesso do evento, temos que pensar na continuidade do movimento

- Conferência Municipal de Cultura:
  • temos que nos preparar para a próxima, chegar lá organizados e com material para propor novas politicas culturais p o municipio;
  • o SESC cedeu espaço aos gts para q se reunam - só falar com o jamil;
  • lembrar de incluir nos pontos conclusivos da conferencia, q sejam cumpridos critérios técnicos p a seleção e indicação de cargos da Fundação Cultural;
  • temos q ficar atentos para que as definições da conferencia sejam de fato colocadas em pratica no periodo que a segue;
  • colocar em discussão os poderes do Conselho Municipal de Cultura para que, se possivel passe de Consultivo a Deliberativo;
  • Procurar mecanismos e argumentos, e se possivel propostas bem amarradas do ponto de vista juridico, para garantir a manutenção e ampliação dos recursos do fundo municipal e criação de uma lei de mecenato municipal;

-Fundação Cultural de Blumenau:
  • esclarecer que história é essa de cobrança de aluguel do auditório. Cobrar de empresas acho ótimo e necessário, mas pretendem cobrar dos artistas? apenas lembrando: o espaço é público e destina-se a receber e fomentar manifestações culturais legítimas de nosso municipio;
  • calendário do fundo municipal: temos q solicitar q o calendário do fundo seja mais corente - recebendo os recursos em outubro, temos 6 meses. mas novembro, dezembro, janeiro e fevereiro são meses improprios para uma série de ações, restando apenas março e abril para realização de eventos e lançamentos;
  • mab: quem é a pessoa que assumiu o museu de arte de blumenau, qual o motivo de sua indicação, qual seu curriculo e sua competencia - eu desconheço e gostaria de ter isso esclarecido. não havíamos solicitado en nosso encontro no início do ano com a presidencia, que houvesse criterios nestas contratações?

- Furb
  • cobrar do reitor a reestruturação da área de cultura dentro da universidade - ele se comprometeu na mesa redonda;
  • cobrar do reitor a abertura para os artistas participarem da construção de novas politicas culturais para a instituição e retomada de uma calendário de atividades culturais;
  • acompanhar, apoiar e cobrar a implementação do mecanismo de bolsas ( como foi mencionado no caso de algumas licenciaturas ) também para os cursos de artes;
  • cobrar a realização do FITUB 2009 a qualquer custo;
  • apoios e parcerias no fitub: o reitor falou q o fitub não deve concorrer com os artistas no fundo municipal, concordo plenamente! mas nada o impede de selar parcerias com a prefeitura/fundação - tendo apoio de infraestrutura, logistica e de pessoal dessas e outras entidades ( sesc etc), não seria possivel reduzir o custo do festival e viabiliza-lo com mais facilidade??

- Estado
não sei se pela ausencia de autoridades presentes ou pelo excesso de pontos a serem discutidos, as politicas estaduais de cultura acabaram bem ausentes de nosso debate, então lá vão algumas questões a trabalharmos:
  • edital elisabete anderle: que cronograma é esse? cade os prazos?
  • por falar em prazos, como anda o FUNCULTURAL? a mim parece um buraco negro para onde vão os projetos e de onde nunca mais volta sequer o seu eco. alguem aí conseguiu apoio nos ultimos anos? vcs tem acompanhado as relações de projetos aprovados? é impressão minha ou tudo tem soado como jogada politica e jaba?
  • o que a secretaria regional tem realizado na área de cultra?? com exceção do evento da funarte ( edital federal em q entrou concorrendo com outras entidades) e do femic (que até aqui não me convenceu) alguem sabe de mais alguma coisa??
- Imprensa;
  • JORNALISMO CULTURAL: está de parabéns, além da furb fm, o Jornal de Santa Catarina pela cobertura e espaço que dedicou à cultura e às políticas culturais locais nos ultimos dias - que tal rever o formato editorial de seu caderno de Lazer e priorizar daqui p frente o cenario cultural local. Fica a dica, q tal um forum/bate-papo com os artistas e produtores, para que se construa junto um novo formato de jornalismo cultural? (como jornalista, marketeira, artista e produtora cultural só vejo ganhos para ambos os lados, afinal, novidades sobre holywood, top models, e o mundo dos globais lemos bem antes em milhares outros veiculos e na internet. Um caderno mais 'quente' e local traria mais leitore$);
  • Se está de parabéns o santa e sua equipe o mesmo não dá para dizer de outros. cade os outros veiculos? cade as emissoras de tv? preferiram cobrir a enchente q não aconteceu à essa verdadeira enxurrada artística e política que inundou blumenau no ultimo fim de semana?

(quem quiser ajudar, lembrando outros tópicos, agradeço)