sexta-feira, 21 de maio de 2010

Pretexto Cidades


Estão abertas as inscrições para o Arte SESC 2010 - Pretexto Cidade, para participar encaminhem para o Setor de Cultura pelo email (jamildias@sesc-sc.com.br) um breve curriculo artístico, com nome e endereço completo.

Este ano iremos visitar os atelieres dos inscritos, após visita a todos, divulgaremos os selecionados para participar do Pretexto.

A temática desse ano irá refletir sobre o papel do artista enquanto morador da cidade, e seus espaços urbanos ocupados ou não e de como arte pode ser uma ferramenta para provocar a discussão e reflexão o papel de cada um na formação cultural da comunidade.

A exposição fará parte das comemorações de 64 anos de aniversário do SESC e sua montagem utilizará vários espaços na cidade, além da Casa Sesc.


Cronograma:
Inscrição: 21 de maio a 15 de junho
25 e 26/6 – visita aos ateleries(agendamento)
9 e 10/7 – segundo encontro com artistas (oficina com artista nacional e encontros individuais, a definir)
13 e 14/8 – terceiro encontro com artistas (individual, coletivo)
10 e 11/9 – Montagem da exposição
Divulguem, e participem!

Jamil Antonio Dias
Cultura - SESC
47 3322 5261 - Ramal
skipe:jamilandias

3 comentários:

Charles disse...

Pois, no começo achei estranha essa história, mas depois de conversar com o Jamil descobrimos que o Sesc inaugura um novo e bacana conceito contemporâneo de Ateliê: ele pode ser o clássico barrococó (com cavaletes, pincéis e boina na cabeça), como também pode ser um atelier virtual, no site, blog, pode ser na cozinha de sua casa, na praça, na frente de um muro, na biblioteca...

maindra disse...

uma forma de selecionar quem vive exclusivamente da arte...

Ali disse...

realmente, achamos perigoso esse critério-atelier...até pq a arte contemporanez noa precisa de um atelier p existir, nem o artista contmeporaneo necessita deste espçao formal...

questionado, o jamil nos garantiu q não ser um criterio excludente, nem com parametros estabelecidos...

assim esperamos...

ate pq, com o perdão da parodia, "a cabeça (vazia) é oficina do artista"...